Camara pi 183

Com golaço de Messi, Argentina vence e inicia bem as Eliminatórias Sul-americanas para a Copa do mundo de 2026

Messi, com lindo gol de falta, resolveu a partida para os atuais campeões do mundo.

Por Gabriel Carneiro em 07/09/2023 às 23:01:42

A Argentina voltou a disputar uma partida oficial depois da final da Copa do Mundo de 2022, hoje, a Albiceleste enfrentou o Equador pela 1º rodada das Eliminatórias da Copa de 2026 no estádio Monumental de Núñez, em Buenos Aires, Argentina.

Primeiro tempo

O técnico Lionel Scaloni levou a campo uma equipe que iria buscar passes curtos, com um meio campo mais móvel com Enzo Fernández, De Paul e Mac Allister. E o técnico deu a vaga de titular no ataque para Nico Gonzalez e Lautaro Martínez, que iniciaram bem o ano. A formação utilizada foi o usual 4-3-3 que é o desenho tático mais usado pela atual campeã mundial.

Já o Equador viria com um time mais fechado e buscando o lado de campo com Gonzalo Plata e Estupiñán visando o centro do ataque com o Enner Valencia que vive grande forma. A formação utilizada foi o 5-3-2, que mostrava bem as pretensões de se resguardar e sair rápido.

O primeiro tempo foi bem morno, tivemos a Argentina batendo 65% da posse de bola, mas com pouquíssimas chances de gol de ambos os lados. A Argentina buscou mais o jogo e finalizou mais, porém, parou na boa marcação dos equatorianos e na trave na grande chance com Lautaro.

Mas foi muito pouco para uma seleção que agora vai ter um peso ainda mais, pelo que demonstrou na última Copa. A Verdade é que a seleção errou demais, principalmente nas tabelas por dentro, o que fez com que Messi tivesse muita dificuldade de tabelar com seus companheiros e pifá-los. E os lados do campo também não ajudam muito, González teve bons momentos no lado esquerdo, mas sem efetividade. Na direita Molina tinha muitas dificuldades em atacar.

O Equador ficou na dele, buscava os contragolpes que não aconteceram tanto e quando aconteceram não tiveram um bom aproveitamento. Pararam também na boa marcação argentina, que não sofreu praticamente.

Segundo tempo

Após um primeiro tempo ruim, as equipes voltaram um pouco mais soltas, a Argentina começou a pressionar mais e ter mais chances de gol e o Equador foi mais participativo contra-atacando e levava mais perigo.

A partir dos 20 minutos, a mandante teve ainda mais as rédeas da partida e começou a jogar melhor. Com a entrada de Di María a seleção teve mais a bola e buscou muito o jogo mais apoiado e velocidade de fora para dentro do campo. Além disso, tivemos a entrada do Julián Álvarez e Leandro Paredes que ajudaram a equipe a crescer de produção e dar mais velocidade.

E aos 33 minutos a Argentina teve uma falta na entrada da área do Equador e Messi abriu o placar em linda cobrança de falta para tirar a pressão da seleção Argentina em um jogo que estava bem equilibrado e com poucas chances reais de gol. É um gênio da bola, uma cobrança magnífica do camisa 10.

Após o gol, a Argentina continuava cercando a área do Equador que nada conseguia fazer naquele momento, só se defendia e tentava sair do jeito que dava. A atual campeã buscava tocar mais a bola e envolver o adversário, tiveram mais duas grandes oportunidades para pararam no goleiro adversário que teve boa atuação.

Próximos jogos

A Argentina volta a campo na próxima terça-feira (7) e enfrenta a Bolívia, em La Paz, pela 2° rodada das Eliminatórias Sul-Americanas. Já o Equador enfrentará o Uruguai em Quito, na sua casa, também na terça-feira.


Zion
Luxhoki