Camara pi 183

Retrocesso, não! Regulamenta STF!

Não podemos pagar por disputas de poder!

Por Sergio em 06/05/2024 às 13:41:31

O que há por trás?

Retrocesso político

Incompressível o que estão fazendo os coronéis para autopromoção na política brasileira. É o falso moralismo desavergonhado, que certamente levará muitos pobres e negros para a super lotação, que já temos nos presídios.
Corruptos e sujos, por suas carreiras, tentam através desses caminhos, parecerem santos. Mas, são demônios! Não aceitaram a distinção que o STF quer fazer, separando o traficante do usuário. Colocaram todos no mesmo saco. Como vão ficar os pacientes? Não podemos pagar por disputas de poder! Para nós, isso não passa de uma grande auto promoção, onde eles pousam para o Brasil de bons moços.
Até quando sustentar a preço de vidas essas indústrias bélicas e farmacêuticas? Já mataram mais brasileiros que soldados na segunda guerra mundial! Até quando? São pessoas sendo mortas nessa tática falida. Não deu certo, esse combate as drogas.
Em países que regulamentaram o uso, a violência caiu sensivelmente. Mas aqui, eles optam pelas mortes nas escolas, nas ruas e até em nas casas, o que é muito comum nas comunidades. Se você apoia isso, certamente deve morar seguramente em algum bairro burguês. Por que a sã consciência, só existe para quem quer ver de fato o que ocorre nessas comunidades, ocupadas por moradores negros e pobres.
É um Brasil na contra mão do mundo, em torno do nosso país vários países regulamentaram o uso e estão vendo o dinheiro que era direcionado para o tráfico, direcionado para campanhas educativas. Mas qualquer regulamentação exige inteligência e muito talento, o que nos falta quando o fato depende do caráter e da personalidade política.
Mas temos a certeza que um dia teremos homens de fato, nas diretrizes do Brasil. Aos poucos, o amadurecimento vai dando lugar as vaidades pessoais. E os valores serão classificados conforme as necessidades, Tendo a vida com maior importância e responsabilidade. Teremos vergonha dessa proibição como temos da escravatura. O Brasil foi o último a libertar os mesmos negros, que hoje são mortos nessa guerra insana.

Zion
Luxhoki