Camara pi 183

Entenda por que o INSS cortou a aposentadoria e pensão de Fernanda Montenegro

Atriz trava batalha judicial contra instituto

Por RJNEWS em 28/04/2024 às 06:14:10
Atriz trava batalha judicial contra instituto

Atriz trava batalha judicial contra instituto

Os benefícios de Fernanda Montenegro, referentes à aposentadoria e pensão de morte deixada pelo marido, o também ator Fernando Montenegro, foram cortados pelo INSS entre os anos de 2019 e 2022.

E o motivo, informado pelo Instituto Nacional do Seguro Social, se deu porque a atriz indicada ao Oscar em 1998 pelo filme Central do Brasil não foi capaz de confirmar o procedimento chamado "prova de vida" durante este período - que incluiu a pandemia de Covid-19 a partir de 2020.

A história ganhou força as redes sociais ao longo da semana justamente pela figura pública da atriz, bastante ativa durante o período em que estava sem os benefícios - inclusive, em 2021, foi eleita imortal pela Academia Brasileira de Letras.
O Estadão entrou em contato com o INSS, que justificou a ação em uma nota reproduzida abaixo.

"Os benefícios (aposentadoria e pensão por morte) da atriz Fernanda Montenegro foram cessados pelo INSS em 2019 por falta de realização da prova de vida. Na ocasião, o procedimento ainda era exigido dos segurados. Desde 2023, a comprovação de vida é feita com o cruzamento de dados dos segurados com a base de informações cadastrais do governo, principalmente biométricas. Até o final deste ano não serão realizadas suspensões de pagamento."

A prova de vida, abolida em 2023, exigia que o beneficiário fosse à agência bancária na qual o benefício era pago, no mês do aniversário, anualmente. Desde 2023, contudo, cabe ao instituto reunir informações com outros dados do governo para confirmar quem está vivo.

Fonte: O Dia

Comunicar erro

Comentários

Zion
Luxhoki