CONTEC

Fluminense perde para o Grêmio no Maracanã

Equipe de Roger Machado reclamou de lance decisivo que deu a vitória para o Tricolor Gaúcho.

Por RJNEWS em 18/07/2021 às 07:48:34
Fluminense entrou em campo com equipe modificada e preservada para o duelo válido pela LIbertadores

Fluminense entrou em campo com equipe modificada e preservada para o duelo válido pela LIbertadores

O Fluminense voltou a campo neste sábado, no Maracanã, para duelo válido pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. A equipe de Roger Machado foi derrotada pelo Grêmio por 1 a 0 com gol nos minutos finais em pênalti marcado com ajuda do árbitro de vídeo.

Os primeiros minutos de Fluminense e Grêmio reservaram momentos frios no Maracanã. As duas equipes começaram o jogo com intensidade, porém com muitos erros simples. Enquanto o Flu apostava na rodagem da bola no meio-campo com Paulo Henrique Ganso, o Imortal se atirava pelo lado esquerdo usando a velocidade de Alisson. No entanto, ambos os times foram pouco efetivos.

Na reta final do primeiro tempo, a equipe de Roger Machado chegou a ultrapassar os 60%, mas seguia sem conseguir infiltrar na dupla de zaga formada por Kannemann e Geromel. Enquanto isso, a equipe de Luiz Felipe Scolari conseguia explorar seu jogo reativo com Léo Pereira e Jean Pyerre, principais armas ofensivas do Grêmio na primeira etapa.

Na marca dos 40 minutos, Alisson foi derrubado dentro da área por Luccas Claro. O jogador do Tricolor gaúcho pediu pênalti, mas o árbitro Paulo Roberto Alves Júnior nada assinalou. Foi a última jogada perigosa de um primeiro tempo frio que terminou em 0 a 0.

A segunda etapa começou agitada. Primeiro, Gabriel Teixeira foi acionado por Ganso dentro da grande área. O jovem do Fluminense tentou cruzar para Abel Hernández, mas a zaga do time gaúcho cortou. Na sequência, aos nove minutos, veio o primeiro momento de real emoção da partida, quando o lateral-direito Vanderson, do Grêmio, acertou uma bomba de longa distância. O jogador do Grêmio recebeu sozinho, ajeitou o corpo e acertou em cheio o travessão do goleiro Muriel.

Aos 13 minutos ficou claro como o início da etapa complementar já era superior em relação aos primeiros 45 minutos. Luccas Claro acertou a trave de Gabriel Chapecó após cobrança de escanteio de Gabriel Teixeira.

Roger Machado decidiu dar sangue novo ao time na metade do segundo tempo. O técnico do Flu sacou Ganso e Wellington, que deram seus lugares para John Kennedy e Yago Felipe. A modificação deu mais intensidade no meio-campo e recuperou a posse de bola da equipe. Apesar disso, o Grêmio seguiu explorando os corredores pelo lado de campo e foi achando faltas perigosas na entrada da área.

Com as entradas de Cazares, Lucca e Matheus Martins, o Fluminense foi empurrando o Grêmio para dentro da sua área. A equipe do Rio Grande do Sul sentiu o cansaço, já que aos 38 minutos o técnico Felipão ainda não havia modificado uma vez sequer.

Quando a partida se desenhava para um empate sem gols, Calegari derrubou Alisson. A princípio a arbitragem assinalou falta, mas a correção do VAR assinalou pênalti para o Grêmio. Pênalti para Pinares, que acabara de entrar em campo, deixar no fundo da meta defendida por Muriel aos 44 minutos do segundo tempo.

Com sete minutos de acréscimos assinalados, o Fluminense foi para o tudo ou nada em busca de um ponto em casa, mas esbarrou na ausência de uma referência dentro da área após a saída de Abel Hernández. Derrota da equipe de Roger Machado no Maracanã.

O Fluminense volta a campo na próxima terça-feira, às 19h15, para duelo decisivo pelas oitavas de final da Libertadores contra o Cerro Porteño, também no Maracanã.
Local: Maracanã

Fluminense: Muriel; Calegari, Manoel, Luccas Claro e Egídio; Wellington (Yago Felipe), Martinelli e Ganso (John Kennedy); Luiz Henrique (Lucca), Gabriel Teixeira (Cazares) e Abel Hernández (Matheus Martins). Téc: Roger Machado.

Grêmio: Gabriel Chapecó; Vanderson, Pedro Geromel, Kannemann e Bruno Cortez; Fernando Henrique, Bobsin, Jean Pyerre (Pinares) e Alisson; Diego Souza (Ricardinho) e Léo Pereira (Ruan). Téc: Luiz Felipe Scolari.

Cartão amarelo: Fernando Henrique (GRE), Kannemann (GRE), Jean Pyerre (GRE), Diego Souza (GRE) e Lucca (FLU)

Gols: Pinares (GRE).

Fonte: O Dia

Comunicar erro

Comentários

Casa e Roupa
Anuncie 3