Camara pi 183

Aberta a exposição A Casa e o Tempo na antiga sede do Legislativo

Por RJNEWS em 15/05/2024 às 17:57:27
A entrada é franca e o conteúdo é acessível a crianças e pessoas com deficiência (PcD)

A entrada é franca e o conteúdo é acessível a crianças e pessoas com deficiência (PcD)

Um momento pedagógico, voltado para pessoas de todas as idades, e repleto de curiosidades históricas. É o que o público pode esperar da exposição "A Casa e o Tempo", aberta à visitação a partir desta quarta-feira (15), no Centro Cultural do Legislativo, antiga sede da Câmara de Macaé. A mostra pode ser visitada até o dia 30 de novembro, de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h e das 13h às 17h. A entrada é franca.


Visitas guiadas

Alunos do 6º ao 9º ano da Escola Estadual Municipalizado Raul Veiga, em Glicério, Região Serrana, foram os primeiros a visitar a exposição. Contudo, as visitas guiadas (escolas e grupos) necessitam de agendamento prévio, que pode ser feito pelo telefone 2772-4885 ou e-mail [email protected].


Acessibilidade

O conteúdo é acessível a pessoas com limitação visual, cadeirantes e outros tipos de deficiência. Cada imagem/texto conta com um QR Code que direciona para a explicação em áudio sobre aquele conteúdo. O local também dispõe de funcionários para orientar e tirar eventuais dúvidas.


A partir de 4 anos de idade

Parte da exposição foi pensada exclusivamente para as crianças, com conteúdo lúdico e interativo. Ao final do passeio histórico, os visitantes ainda têm a chance de complementar essa narrativa, compartilhando com o público como Macaé passou a fazer parte da sua própria história.


Aprendendo história local e do Brasil

A professora Maria Elvira, que há 25 anos leciona história na rede municipal e acompanhou o grupo de estudantes do colégio Raul Veiga, destacou que o conteúdo histórico é muito amplo e, por isso, é possível trabalhar com jovens e crianças de diferentes idades e anos escolares. "Aqui é abordado desde o descobrimento, o Brasil Império, as várias fases da República até os dias atuais".

A professora enfatizou ainda o rico conteúdo que registra as transformações ao longo desse período em Macaé, no Brasil e no mundo, já que as histórias estão entrelaçadas. "O interessante é que a narrativa é contada a partir da nossa cidade, desde os primeiros habitantes, a formação do povoado, a criação da Vila de São João de Macaé e a emancipação do município".

Por que visitar

O estudante do 7º ano Miguel Nocchi, 12 anos, demostrou satisfação em aprender história no próprio local em que ela aconteceu. "Aprender assim é bem mais interessante. Acho que todos deveriam vir conhecer a história de Macaé. Só assim podemos seguir adiante sem cometer os velhos erros do passado".

A aluna do 7º ano Yasmin Morais, 12 anos, concorda: "Acredito que esse conhecimento é importante para melhorarmos também como cidadãos, pessoas, tanto a nossa atuação coletiva quanto a individual", disse.


Fonte: ASCOM CMM

Comunicar erro

Comentários

Zion
Luxhoki