Educação Patrimonial para Macaé

História Natural de Macaé - Parte 1

Por Desvendando Macaé em 09/12/2023 às 11:56:26

Imagem aérea do Arquipélago de Santana, local com diversos indícios geológicos muito valiosos. Imagem retirada do site da Prefeitura Municipal de Macaé

Olá amigos!

Celebramos com alegria o início da série Desvendando Macaé, aqui no RJ News.

Nossos artigos serão publicados mensalmente, trazendo conteúdos sobre Macaé, com um olhar afetuoso e respeitoso, em um formato acessível.

Para falar sobre a História de Macaé, é necessário que voltemos alguns milhões de anos antes do presente, possibilitando uma reflexão e compreensão de como o território em que vivemos é especial a nível global.

Abordaremos esse tema através de evidências que possuímos em nosso território e que conta a História dessa formação geológica do planeta Terra.

É importante perceber que a nossa História não começa em 1500, com a colonização europeia sobre o Brasil.

Você sabia que todos os continentes do planeta já estiveram juntos, formando uma única massa continental? Você sabia que aqui em Macaé temos rochas que comprovam essa teoria científica?


Para o planeta Terra chegar à configuração que conhecemos na atualidade, ele passou por diversas modificações ao longo dos bilhões de anos. Porém para falarmos de algo que aconteceu há tanto tempo, necessitamos de evidências científicas e referências confiáveis.



Nesse sentido, é importante termos em mente que o que move o campo da ciência são as perguntas e não as respostas.

A geologia é a área do conhecimento que estuda esse campo da ciência, relativo a formação e desenvolvimento do globo terrestre.

A herança geológica que possuímos no território macaense, tem uma variedade temporal bastante expressiva, ou seja, temos rochas que variam entre 2 bilhões de anos à uma ilha que segue se dividindo até os dias atuais.

Esse tema, além de interessante, tem um vasto conteúdo abrangendo Macaé e região.

Quando os europeus desenvolveram tecnologias de navegação e passaram a viajar pelo planeta, por volta dos séculos XV e XVI, ao fazer mapas do mundo, perceberam que o mapa da África se encaixa no mapa do Brasil.

Porém somente em 1912, Alfred Weneger, cientista alemão, propõe a Teoria da Deriva Continental, ou seja, teoria da separação dos supercontinentes.


A partir daí surgiram diversas evidências que comprovavam essa tese, entre elas rochas, fósseis, etc. Aqui em nosso território foram encontradas várias evidências.

Entre essas evidências estão algumas rochas da Serra Macaense e os costões rochosos existentes em nossa costa e ilhas que presenciaram a colisão entre os continentes (há cerca de 500 milhões de anos) e, posteriormente, a separação deles tendo como consequência a abertura do Oceano Atlântico (há cerca de 130 milhões de anos), além da formação de lagoas, etc.


Atentem-se que, antes da separação, houve um choque/convergência entre a massa continental da África e Brasil, formando nossa serra e as rochas que a compõe.

Consta em um Relatório Técnico de Geologia no site da Prefeitura de Macaé, sobre a Ilha do Francês, localizada no Arquipélago de Santana em Macaé, que o local possui gnaisses (tipos de rochas) específicos da África.

Esse relatório aponta também que existe uma erosão nas encostas leste e oeste (há erosão tanto do lado que aponta para o continente, como o lado que aponta para o Oceano), comprovando que a ilha está se dividindo ao meio, nesse exato momento.


O território onde Macaé está localizado faz parte do limite norte do Domínio Tectônico de Cabo Frio – DTCF. Uma área que abrange diversos municípios, desde Maricá até aqui, e possui um "pedaço da África deixada aqui por um capricho da natureza", como aponta a geóloga Katia Mansur, que é responsável pelo projeto Geoparque Costões e Lagunas.

Já o Geoparque Costões e Lagunas que está sendo implantado em Macaé e região, terá uma matéria separada e especial para explanarmos mais informações.

Podemos adiantar aqui que no dia 30/11/2023, foi enviado para UNESCO, um dossiê sobre todas as especificidades e diferenciais que tornam essa, uma região única em todo planeta. Esse dossiê está sendo analisado para que a UNESCO chancele a instituição desse Geoparque em nossa região. Os Geoparques são locais de grande interesse científico, patrimonial e turístico em todo mundo.


Como é impossível falar da História Natural de Macaé, que possui milhões de anos, em um texto curto, continuaremos...

Aproveitamos para agradecer ao RJ News,a oportunidade de compartilhar nosso trabalho e possibilitar a Educação Patrimonial através da popularização do conhecimento e da informação, em um formato acessível para toda população.


Um grande abraço e até a próxima,

Rúben Pereira, Grazielle Heguedusch e Janne Lis

(Autores, Pesquisadores e Memorialistas)

AGENCIA NCX MARKETING E VENDAS
Zion