CONTEC

Macaé se despede de Dr. Eduardo, mais uma vítima da Covid-19

Pelas redes sociais, moradores se manifestaram, com pesar

Por RJNEWS em 23/06/2021 às 05:40:00
Prefeitura de Macaé decretou luta oficial de três dias

Prefeitura de Macaé decretou luta oficial de três dias

Atual secretário da Casa Civil da Prefeitura de Macaé, Eduardo Cardoso, estava internado no Hospital da Unimed desde o início do mês, mas nessa segunda-feira, não resistiu e faleceu

Daniela Bairros

Moradores de Macaé e autoridades políticas se despediram de Dr. Eduardo Cardoso, que aos 70 anos, morreu devido a complicações da Covid-19, às 5h30 dessa segunda-feira, dia 21. O ex-secretário da Casa Civil da Prefeitura de Macaé, Eduardo Cardoso, estava internado no Hospital da Unimed desde o início do mês. Na mesma unidade hospital, o filho e vereador Thales Coutinho, continua entubado. Desde a semana passada, a reportagem do RJ News tenta contato com assessoria de imprensa do vereador, mas nenhuma informação atualizada sobre o estado de saúde de Thales foi divulgada. Pelas redes sociais do vereador, a assessoria divulgou nota de pesar pelo falecimento de Dr. Eduardo. "Agradecemos a todos pelas manifestações de fé, encorajamento e solidariedade neste momento, durante o período de enfermidade e em razão da partida prematura do nosso querido pai, avô, sogro, irmão, tio, amigo, médico, gestor público e ser humano inigualável, Dr. Eduardo Cardoso Gonçalves da Silva. Reiteramos nosso pedido de apoio e intercessão por todos os familiares e por nosso querido Thales Coutinho, que permanece internado". Na semana passada, amigos e familiares criaram, também pelas redes sociais, uma campanha para doação de sangue ao vereador Thales Coutinho, cujo tipo sanguíneo é O+. A iniciativa continua sendo realizada no Serviço Municipal de Hemoterapia de Macaé.

O corpo de Dr. Eduardo foi velado e enterrado na tarde dessa segunda-feira, dia 21, no cemitério Memorial da Igualdade. A cerimônia foi reservada a poucas pessoas.

Pelas redes sociais, moradores de Macaé, além de autoridades políticas, se manifestaram, com pesar, pela morte de Dr. Eduardo.

Bastante abalado com a notícia da morte de Dr. Eduardo, o prefeito de Macaé, Welberth Rezende (Cidadania) também se manifestou pelas redes sociais. "Adeus, querido amigo! Hoje é um dia triste para todos nós. Dr. Eduardo era muito mais do que um amigo. Foi quem mais acreditou em mim, quem mais me apoiou desde a minha primeira candidatura a vereador e, com certeza, não chegaria até aqui sem a parceria dele. Dr. Eduardo tem um legado eterno em Macaé e uma presença na minha vida que jamais se apagará. Descanse em paz, querido amigo. Tenho certeza de que Deus te receberá de braços abertos. À sua família, fica aqui meus sentimentos e seguimos em oração pela recuperação do seu filho Thales".

O presidente da Câmara Municipal de Macaé, vereador Cesinha (PROS), ressaltou que a morte de Dr. Eduardo é uma perda muito grande. "Não temos palavras para expressar a importância de todo o tempo que Dr. Eduardo passou à frente do Legislativo. Dedicou grande parte de sua vida a esta Casa e à comunidade macaense como parlamentar e médico. Foi um privilégio trabalhar com ele, e um grande aprendizado ver como conduzia a Mesa Diretora. Aprendi com Eduardo a respeitar sempre o diálogo, considerar todas as posições, para chegar às decisões mais acertadas. Destaco nas suas gestões o quanto valorizava o servidor público e dizia que esse era o caminho de fazer com que a Câmara melhor atendesse a população. E aprendi também a importância do sorriso, vendo como ele sorria sempre, mesmo diante dos grandes desafios que enfrentávamos em tantas situações difíceis da vida parlamentar".

O ex-vereador Maxwell Vaz também se manifestou com a seguinte postagem, pelas redes sociais. "Despedida! Meu amigo, que pena a gente se despedir dessa forma. Eu queria mais um tempo com você, gostava do seu jeito de contar as histórias de Macaé, da sua simplicidade. Algumas vezes, divergimos em matéria na Câmara, mas o respeito e a amizade nunca foi abalada. Vou sentir saudades. Vai com Deus, para a vida eterna, mas não se esqueça de olhar por nós e Macaé, nossa terra querida".

Nessa segunda-feira, dia 21, a Câmara Municipal divulgou nota de pesar pelo falecimento de Dr. Eduardo Cardoso. "É com imenso pesar que a Câmara Municipal de Macaé recebeu a notícia do falecimento do ex-vereador e atual secretário da Casa Civil, Eduardo Cardoso Gonçalves da Silva, nessa segunda-feira, dia 21.

Dr. Eduardo dedicou a vida à medicina. Com reconhecido trabalho, foi eleito vereador pela primeira vez em 1992, sendo reconduzido ao cargo nas seis eleições seguintes. Neste período, também assumiu a presidência da Câmara em seis oportunidades, com mandato mais recente encerrado em 2020.

A Câmara Municipal está solidária aos familiares e amigos pela lastimável perda e decretará luto oficial de três dias.

Todo o legislativo continua em orações pela recuperação do vereador Thales Coutinho (Pode), filho do Dr. Eduardo, que segue internado lutando pela vida".

Também pelas redes sociais, o ex-prefeito de Macaé, Riverton Mussi, também se despediu de Dr. Eduardo, com a postagem: "É com imensa tristeza que me despeço do grande amigo e parceiro político de outrora. Dr Eduardo Cardoso, um filho ilustre de Macaé. Eduardo era um amante desta cidade, um amor tão igual pela sua paixão política, onde encontrou a capacidade de mudar e fazer história.

Médico que trouxe muitas pessoas ao mundo, foi meu Secretário de Saúde, ajudou na implementação de muitas políticas públicas enquanto secretário e também quando foi presidente da Câmara de Vereadores, onde atuou como um grande parceiro nos programas e projetos que apresentamos ao legislativo municipal.

Hoje Macaé está triste por sua perda, que Deus o recebe e cuide dos seus que ficaram. Que seu filho e também meu amigo Thales Coutinho se recupere logo e possa dar continuidade ao seu legado.

Meus sentimentos a todos os familiares".

Morador do bairro Imbetiba, Marcelo dos Santos Peixoto, o Marcelo Imbetiba, também se manifestou em uma rede social. " Que Deus conforte Thaís e Dona Bernadete. Que Deus as console. A perda é irreparável, lamentável e dolorida em todos nós. Nosso amigo deixou esse mundo! Dr. Eduardo marcou a vida de todos os que o conheceram. Dr. Eduardo PRESENTE".

Ainda segundo Marcelo, a orla da Imbetiba vai sentir falta de Dr. Eduardo. "Nos reuníamos todas as manhãs, às 06h, na orla. Ele junto com zico, seu cachorro. Não faltava um dia. Flamenguista roxo. Já deixa muitas saudades".

Prefeitura de Macaé decreta luta oficial de três dias

Nessa segunda-feira, dia 21, o prefeito Welberth Rezende decretou luto oficial de três dias no município pela morte de Dr. Eduardo. "Grande parte da vida do Dr. Eduardo, foi dedicada à política macaense e à história da cidade e, atualmente, estava coligado ao Partido Podemos", ressaltou o prefeito.

O Secretário de Mobilidade Urbana e integrante da executiva estadual do partido Cidadania, Jayme Muniz, também lamentou a perda do amigo, a quem chamava de anjo da guarda. "Eu queria ampliar um pouco o quanto esse cara foi especial para Macaé. A atuação de Eduardo ia muito além de Macaé, da direção estadual do partido, do PPS, agora Cidadania, durante muitos anos. Levou o jeito dele, humano, de fazer política, ético, muito além de Macaé. Aqui em Macaé, é o cara que mais conhecia, eu tinha contato há mais tempo e que, quando o prefeito Welberth me fez o convite para secretário, o cara que eu fui pedir o aval. Foi o cara que mais me incentivou a ser secretário aqui. Eu o chamava de meu anjo da guarda, porque tudo ele me perguntava se eu estava precisando, como eu estava, como estava minha família, porque eu estou recente na cidade. O maior amigo que eu tinha em Macaé era ele", explica Jayme.

Secretário Adjunto de Comunicação, Rômulo Campos, também lamentou essa grande perda para o município. "Eduardo Cardoso sempre viveu intensamente para a medicina e para a política. Participou dos mais significativos e importantes momentos das transformações socioeconômicas que Macaé atravessou nos últimos 40 anos, seja liderando muitas destas lutas, seja buscando junto a organismos e instituições projetos que pudessem transformar positivamente a vida dos cidadãos macaenses. Deixa um espaço político que dificilmente será preenchido", acrescenta Rômulo.

Secretário Municipal Adjunto de Relações Institucionais, Alexandre Cruz ressaltou que hoje (segunda-feira) é um dia difícil para todos nós e que sua fala não é apenas como responsável por essa pasta da prefeitura, mas como um amigo de 15 anos de convivência. "Nós fomos presidentes de Câmaras juntos, eu em Nova Friburgo, ele em Macaé. Nós sempre éramos os últimos a discursar nos encontros do partido. Um homem sábio. Aprendi muito com ele. É uma lástima para nós, para o partido Cidadania, mas também para Macaé, pela sua liderança, pela sua capacidade de envolvimento com as pessoas. O triste disso tudo é que, Dr. Eduardo, nesses últimos dias, ele sempre preveniu e cobrou a gente prevenção, para usar a máscara, para fazer tudo correto, como médico que ele era. Eu posso dizer que nossos corações estão sangrando com essa perda. Eu, particularmente, que fui tão bem recebido por ele, é uma lacuna muito grande. Tenho só que pedir a Deus que o receba em Seus braços e que ele possa confortar à família. Eu trago na memória uma alegria muito grande do tempo que convivi e tudo que aprendi com ele, sua generosidade, mas acima de tudo, uma gratidão eterna da forma carinhosa que ele me recebeu em Macaé", declarou Alexandre.

Para Mauro Torres, secretário Municipal de Desenvolvimento Social e Econômico do município, foi uma honra ter conhecido um homem como Dr. Eduardo. "Conheci pessoalmente em 2018 e, desde então, foi um grande professor pra mim. Que Deus o receba de braços abertos", deseja Mauro.

A secretária Municipal de Saúde, Liciane Furtado, exaltou o legado deixado. "O trabalho realizado por Dr. Eduardo em Macaé é reconhecido por sua dedicação à saúde pública humanizada", afirmou.

Fonte: RJNEWSnoticias

Comunicar erro

Comentários

Casa e Roupa
Anuncie 3