CONTEC

Municípios do Norte Fluminense começam vacinação contra o coronavírus para educação

Imunização é uma das exigências dos profissionais, que estão sendo orientados a retornarem

Por RJNEWS em 05/06/2021 às 07:48:00
Segundo sindicato dos professores, categoria não teve garantia de vacina em Macaé

Segundo sindicato dos professores, categoria não teve garantia de vacina em Macaé

Municípios do Norte Fluminense começam vacinação contra o coronavírus para os profissionais da educação

Imuniza√ß√£o é uma das exig√™ncias dos profissionais, que est√£o sendo orientados a retornarem aos seus postos de trabalho

Thaiany Pieroni

Nesta semana, os profissionais da educa√ß√£o da Regi√£o Norte Fluminense come√ßar√£o a ser vacinados contra o coronav√≠rus. A vacina é considerada

um passo importante, tendo em vista que alguns profissionais j√° retornaram as escolas e outros devem retornar em breve.

Em Macaé, onde as aulas na rede privada j√° come√ßaram, de forma presencial, e as da rede p√ļblica municipal est√£o previstas para come√ßar no próximo dia 28, a vacina√ß√£o para os profissionais da educa√ß√£o deve come√ßar na próxima quarta-feira, 09. A decis√£o foi um entendimento firmado entre o prefeito Welberth Rezende (Cidadania) e o Ministério P√ļblico Estadual (MPE).

O calend√°rio definido junto à equipe da Secretaria Municipal de Sa√ļde segue os mesmos critérios de faixa et√°ria, cumpridos também os grupos de comorbidades e de defici√™ncias permanentes. "O nosso objetivo é avan√ßar na vacina√ß√£o, alcan√ßando os profissionais da Educa√ß√£o, seguindo também o nosso plano de retorno das aulas presenciais nas unidades de ensino da cidade", explicou o prefeito.

De acordo com a prefeitura, no primeiro dia ser√£o vacinados profissionais da educa√ß√£o que atuam em creches com idade de 59 anos. As demais informa√ß√Ķes sobre a vacina√ß√£o dos profissionais da educa√ß√£o ser√£o anunciadas nas redes oficiais da prefeitura.

J√° em Concei√ß√£o de Macabu, as aulas também haviam sido autorizadas a retornar, por meio de decreto, mas precisaram ser suspensas novamente, devido a um retrocesso da bandeira de risco. Porém, a vacina√ß√£o j√° come√ßou.

As primeiras doses foram distribu√≠das no feriado. Nesse primeiro momento, professores e auxiliares que atuam em escolas p√ļblicas, estaduais e privadas, com idade de 59 a 55 anos, recebem o imunizante no sistema drive-thru.

De acordo com o secret√°rio de Sa√ļde Pedro Folly, a previs√£o é que o calend√°rio avance nas próximas semanas, conforme chegarem mais vacinas.

Em Rio das Ostras, a prefeitura informou que a vacina deve come√ßar na próxima semana. Porém, os critérios, datas, locais e hor√°rios de vacina√ß√£o ser√£o informados em breve pela Secretaria de Sa√ļde.

O retorno das aulas presenciais para rede particular do munic√≠pio est√° previsto para o dia 07 de junho. J√° para a rede p√ļblica municipal, o retorno previsto é para o dia 30.

Diante deste cen√°rio, a Prefeitura de Rio das Ostras realizou na √ļltima quarta-feira, 02, uma testagem em massa, que foi direcionada a pessoas que atuam nas escolas das redes privada e p√ļblica estadual. De acordo com a prefeitura, foram testadas 527 pessoas nesta quarta-feira, 2, na sede da Secretaria de Educa√ß√£o, sendo que 21 tiveram resultado positivo.

Casimiro de Abreu, apesar de ainda n√£o ter divulgado previs√£o para o retorno das aulas presenciais, também j√° iniciou a vacina√ß√£o dos trabalhadores da educa√ß√£o, neste feriad√£o.

No munic√≠pio, a ordem de vacina√ß√£o ser√° escalonada, obedecendo a seguinte ordem: creches, pré-Escolas, Ensino Fundamental, Ensino Médio, Ensino Profissionalizante, Educa√ß√£o de Jovens e Adultos (EJA) e Trabalhadores da Educa√ß√£o do Ensino Superior. Os profissionais devem acompanhar a ordem de vacina√ß√£o por unidade de ensino, seguindo as redes sociais da Prefeitura de Casimiro de Abreu: Facebook, Instagran e site oficial.

O município de Carapebus ainda não divulgou calendários para a categoria

Professores da regi√£o participar√£o de assembleia para decidir sobre condi√ß√Ķes do retorno das aulas

Apesar dos munic√≠pios terem iniciado a vacina√ß√£o para os profissionais da educa√ß√£o, o retorno das aulas presenciais, antes da imuniza√ß√£o total da categoria, ainda é motivo de muitos debates.

Neste s√°bado, o Sindicato dos Professores de Macaé e Regi√£o - Sinpro realizar√° uma assembleia com professores de escolas particulares dos munic√≠pios de Macaé, Rio das Ostras, Casimiro de Abreu, Concei√ß√£o de Macab√ļ, Silva Jardim, Rio Bonito, Carapebus e Quissam√£, justamente, para debater o tema.

Ser√£o debatidos os seguintes temas: condi√ß√Ķes de trabalho necess√°rias para o restabelecimento das atividades presenciais; delibera√ß√£o sobre a conveni√™ncia de paralisa√ß√£o das atividades em defesa da sa√ļde dos trabalhadores, da vida e do emprego, caso os representantes governamentais autorizem o retorno às aulas.

A presidente do sindicato, Guilhermina Rocha, afirma que a posi√ß√£o do Sinpro Macaé e Regi√£o é de contrariedade ao retorno, porque a doen√ßa é fatal e n√£o h√° condi√ß√Ķes de uma retomada presencial das aulas, sem a imuniza√ß√£o de toda comunidade escolar.

"A preocupa√ß√£o do sindicato é de que os professores voltem às salas de aula sem vacina. Se fosse uma ou duas escolas, apenas, seria mais f√°cil de controlar. Mas é uma estrutura muito grande. Nós estamos defendendo que vacine todos os funcion√°rios e alunos porque eles ficam misturados e isso aumenta significativamente o cont√°gio do coronav√≠rus", alertou.

Guilhermina ainda afirmou que o mais prudente é esperar e imunizar os trabalhadores antes do retorno das aulas presenciais. "É melhor aguardar mais um pouco para o retorno seguro. Mais de 460 mil brasileiros j√° morreram. É uma doen√ßa cruel e terr√≠vel. N√£o d√° para brincar com a sa√ļde dos docentes e estudantes. Precisa ter o entendimento cient√≠fico e a responsabilidade para n√£o colocar vidas em risco", concluiu.

Fonte: RJNEWSnoticias

Comunicar erro

Coment√°rios

Casa e Roupa
Anuncie 3