CONTEC
Camara

Governo presta contas à população sobre investimentos nas obras da Macrodrenagem

Por RJNEWS em 06/08/2022 às 06:35:17
Welberth apresentou, também, o volume de investimentos já aplicados na macrodrenagem

Welberth apresentou, também, o volume de investimentos já aplicados na macrodrenagem

Em reunião realizada na noite desta quinta-feira (4), o governo municipal apresentou aos moradores do Sol y Mar, Novo Horizonte, Campo D"Oeste e do Visconde detalhes sobre os investimentos e cronograma de execução das obras da Macrodrenagem, que segue neste mês com intervenções concentradas na Avenida Fábio Franco.

Na abertura da apresentação sobre as novas etapas de intervenções, realizada na Escola Sentrinho, o prefeito Welberth Rezende afirmou que o encontro tem como objetivo explicar para a população o andamento do projeto que pretende melhorar a infraestrutura da cidade.

"A ideia dessa reunião é conversar com a população e explicar todo o processo de execução das obras, tudo que já foi realizado e quais serão os próximos passos", explicou o prefeito.

Welberth apresentou, também, o volume de investimentos já aplicados na macrodrenagem neste ano, cerca de R$ 80 milhões, o que representa a prioridade do governo em continuar o projeto que pretende acabar com os alagamentos na região do Sol y Mar, Novo Horizonte, Campo D"Oeste e do Visconde.

"Eu sou fruto dessa região e a gente sabe o quando é difícil viver nessa área que sofre com os alagamentos. Ter que acordar de madrugada para subir os móveis por causa da água não pode ser normal. Eu sei a dor e a dificuldade de quem vive nessa região. Essa obra é muito grande e muito cara. Começou há quase 10 anos e depois foi parada. Investimentos já de R$ 80 milhões neste ano na macrodrenagem. E como eu vivi tudo isso, se não for eu, como prefeito, realizar essa obra, nenhum outro vai fazer", afirmou Welberth.

Cronograma de obras

A execução da nova etapa da macrodrenagem garante a ampliação da infraestrutura de redes subterrâneas que transferem as águas de chuva, que se acumulam nos bairros, para as galerias artificiais e canais naturais existentes na cidade, escoando grande volume de águas para o Rio Macaé de forma rápida.

"Hoje, já implantamos cerca de 2 quilômetros de galerias responsáveis por receber e drenar as águas de chuvas. Até a finalização do projeto, toda a rede terá 4 quilômetros", explicou Ângelo Areal, engenheiro responsável pelas obras.

Desde o ano passado, as obras de macrodrenagem garantiram a ampliação do Canal da Avenida Carlos Tinoco Garcia, além dos reparos e melhorias na elevatória da Rua Télio Barreto, na Aroeira, com a manutenção do sistema composto por bombas hidráulicas cuja capacidade de drenagem saltou de 2,5 mil litros por segundo para 14,2 mil litros por segundo.

Já a atual etapa do projeto segue com a ampliação do trecho do Canal da Avenida Fábio Franco na área do Cajueiros, além das intervenções em novo trecho da Rua Jonas Mussi, expandindo assim o novo canal subterrâneo.

De acordo com o projeto original, a macrodrenagem terá capacidade de drenar as águas de chuvas que escoam da região do Morro de Sant"Anna até o Centro, passando por Miramar, Visconde, Praia Campista, Novo Horizonte, Cajueiros, Campo D"Oeste, Riviera e Sol y Mar.

A apresentação das informações do cronograma da macrodrenagem também contou com a participação dos Secretários de Infraestrutura, Santiago Borges, de Obras, Felipe Bastos, e de Serviços Públicos, Rodrigo Silva. A reunião contou ainda com a presença dos vereadores Luciano Diniz e Rond Macaé.

Fonte: Secom Macaé

Comunicar erro
Zion

Comentários

Casa e Roupa
Clarissa