CONTEC

Capitais registram manifesta√ß√Ķes contra o governo federal

Movimentos políticos e entidade sindicais organizaram protestos

Por RJNEWS em 13/09/2021 às 06:27:05
No Rio de Janeiro, a manifestação começou após as 10h, na Praia de Copacabana

No Rio de Janeiro, a manifestação começou após as 10h, na Praia de Copacabana

Manifesta√ß√Ķes contra o presidente Jair Bolsonaro foram registradas hoje (12) em capitais do Brasil. Organizadas por movimentos políticos e com participa√ß√£o de entidades, como a Uni√£o Nacional dos Estudantes (UNE), e algumas centrais sindicais, a movimenta√ß√£o foi agendada para ocorrer em 15 cidades ao longo do dia.

No Rio de Janeiro, a manifesta√ß√£o come√ßou após as 10h, na Praia de Copacabana, na altura do Posto 5. Tr√™s caminh√Ķes de som ocuparam a Avenida Atl√Ęntica, mas apenas dois deles foram usados na comunica√ß√£o com os manifestantes.

Os manifestantes se espalharam por duas quadras da pista da Avenida Atl√Ęntica junto à praia, que aos domingos é fechada para o lazer. A manifesta√ß√£o teve o acompanhamento de integrantes da Polícia Militar (PM) e da Guarda Municipal, que se restringiram em ficar posicionados em locais estratégicos, garantindo seguran√ßa, sem precisar ser acionados. Pouco depois das 12h30 os manifestantes come√ßaram a se dispersar.

Em Brasília, manifestantes se concentraram na √°rea próxima à Biblioteca Nacional. Outro grupo que j√° estava presente desde o início da manh√£ - esse de apoiadores do presidente - circulou no local com carro de som. N√£o houve, de acordo com a Polícia Militar do Distrito Federal, confronto entre os dois grupos. As manifesta√ß√Ķes em Brasília cessaram no início da tarde.

A capital mineira Belo Horizonte também registrou protestos. Vestidos de branco, os manifestantes se reuniram na Pra√ßa da Liberdade com faixas e cartazes solicitando mais vacinas, cobrando a√ß√Ķes mais rigorosas no controle da pandemia de covid-19 e também portando bandeiras de partidos políticos de oposi√ß√£o. Os atos foram dissipados por volta de 13h.

Em S√£o Paulo, manifestantes se encontraram na regi√£o do Museu de Arte de S√£o Paulo (Masp) para participar dos protestos contra o governo federal. O ato, convocado principalmente pelo Movimento Brasil Livre (MBL) e o Movimento Vem Pra Rua, pede o impeachment do presidente da República, Jair Bolsonaro.

Os manifestantes se concentram entre o prédio do Masp e a sede da Federa√ß√£o das Indústrias do Estado de S√£o Paulo (Fiesp). Até o momento, a Secretaria de Seguran√ßa Pública (SSP) de S√£o Paulo n√£o informou a quantidade de participantes.

De acordo com a Polícia Militar, a situa√ß√£o é de tranquilidade na Avenida Paulista. O policiamento no local conta com dois mil policiais militares, 700 viaturas, 50 cavalos, dez c√£es, dois helicópteros, seis drones, seis veículos blindados, além do monitoramento remoto com c√Ęmeras operacionais da PM.

Fonte: Agência Brasil

Comunicar erro

Coment√°rios

Casa e Roupa
Anuncie 3