Camara pi 183

Carapebus avança com novas equipes de Saúde da Família e Equipe Multiprofissional

Por RJNEWS em 17/06/2024 às 15:42:29
Expansão da ESF: Menos Espera e Mais Qualidade no Atendimento

Expansão da ESF: Menos Espera e Mais Qualidade no Atendimento

O Sistema Único de Saúde (SUS) está celebrando 30 anos em 2024, e a Estratégia Saúde da Família (ESF) é uma de suas iniciativas mais bem-sucedidas, passando agora por uma significativa reestruturação. Em Carapebus, duas novas equipes de ESF e uma equipe multiprofissional foram adicionadas, ampliando o número de profissionais de saúde, reduzindo o tempo de espera para atendimento e proporcionando uma cobertura mais adequada às necessidades da população.

As novas equipes da ESF em Carapebus vão operar com uma quantidade de população mais ajustada à realidade local, aliviando a sobrecarga de trabalho dos profissionais. Isso também significa que áreas anteriormente menos atendidas agora receberão mais atenção, e a espera por consultas e procedimentos será reduzida. Cada equipe será composta por médicos, enfermeiros, técnicos e agentes de saúde que trabalharão 40 horas semanais, fortalecendo o vínculo entre os profissionais de saúde e a comunidade, e promovendo ações coletivas focadas na prevenção e promoção da saúde nos territórios.

Além disso, o novo modelo de financiamento da ESF enfatiza a importância das visitas domiciliares realizadas por toda a equipe de saúde. As equipes multiprofissionais dentro das unidades ESF, que incluem especialistas como pediatras, ginecologistas, assistentes sociais e nutricionistas, são esperadas para alcançar entre 90% e 100% de cobertura de atendimento. A ESF é conhecida por reduzir a mortalidade infantil, tuberculose, hanseníase, infartos e acidentes vasculares cerebrais, além de diminuir o risco de internações e ter um impacto significativo na população vulnerável.

Até maio de 2024, cada equipe de ESF recebia até R$ 21 mil. Com o novo financiamento, esse valor pode variar entre R$ 24 mil e R$ 30 mil, podendo chegar a R$ 34 mil em 2025, bem acima da média atual. O valor dependerá do número de pessoas atendidas por cada equipe, que pode alcançar até 3 mil indivíduos, ajustando o parâmetro atual que dificultava um atendimento de qualidade pelas equipes.

Além de oferecer cuidados de saúde, as ações diversificadas da atenção primária abordam determinantes sociais, promovem a saúde, e empoderam as pessoas para a produção social e construção de cidadania.

Fonte: ASCOM

Comunicar erro
Casa e Roupa

Comentários

Zion
Luxhoki