Camara pi 183

Flamengo arranca empate com o Athletico-PR fora de casa

Rubro-Negro superou desfalques e contou com gol de jovem cria da base aos 53 minutos

Por RJNEWS em 16/06/2024 às 20:13:30
Gerson, do Flamengo, em ação no duelo com o Athletico-PR

Gerson, do Flamengo, em ação no duelo com o Athletico-PR

Foi com muita luta e muito esforço, e o Flamengo evitou a derrota fora de casa para o Athletico-PR neste domingo (16), pela nona rodada do Brasileirão. Após sair atrás do marcador já nos acréscimos da segunda etapa com gol de pênalti do volante Fernandinho, o Rubro-Negro não desistiu e arrancou o empate aos 53 minutos marcado com o jovem volante Evertton Araújo, de cabeça, para fechar o placar em 1 a 1. Ponto importante na bagagem de volta para o Rio em meio à elenco mutilado por lesões e convocações.

Com o resultado, o Rubro-Negro fica com 18 pontos e aguarda o restante da rodada, podendo deixar a liderança. O próximo compromisso será na quinta-feira (20), contra o Bahia, no Maracanã.

O jogo

Após bom resultado diante do Grêmio, mesmo sofrendo com desfalques por lesões e convocações para a Copa América, o Flamengo foi para mais um desafio marcado pela limitação no grupo comandado por Tite.

Em campo, um duelo marcado por boas disputas principalmente no meio-campo. Ainda que sem Arrascaeta e De La Cruz, referências, o Rubro-Negro tentou incomodar o Furacão em sua principal qualidade, que são os toques rápidos na transição, e conseguiu ter mais posse de bola.

De relevante na primeira etapa, no entanto, apenas a leve pressão dos donos da casa. Foram poucas oportunidades claras para ambos os lados, com as duas defesas bem postadas. Nikão levou perigo com finalização à média distância, e Gerson, já no fim, também de longe, assustou o goleiro Léo Linck.

Bruxa solta

Na volta para o segundo tempo, mais um problema para o técnico Tite. Durante a pausa do intervalo, Bruno Henrique relatou mal-estar à comissão técnica e precisou ser substituído. O treinador, com banco de reservas recheado de jovens da base, optou por uma troca conservadora e mandou Victor Hugo, volante, para o gramado.

Quando o relógio marcava 22 minutos, Gabigol, que acabara de entrar, chegou a balançar a rede do Furacão para abrir o placar na Ligga Arena. A arbitragem de campo demorou, mas marcou o impedimento. O lance foi revisado pela cabine do VAR e a possição irregular foi confirmada.

O Athletico-PR cresceu no jogo após modificações e chegou ao gol na reta final. Aos 42 minutos, Julimar avançou, entrou na área e finalizou. A bola explodiu no braço direito do zagueiro David Luiz, que estava aberto. Anderson Daronco mandou o jogo seguir, mas foi indicada a revisão do lance. Pênalti assinalado e convertido em grande cobrança do experiente volante Fernandinho. Parecia perdido, mas, mesmo com garotos em campo, o Flamengo mostrou toda a raça.

Aos 53 minutos de jogo, quando a Ligga Arena já comemorava a vitória do Furacão, veio o golpe do Rubro-Negro carioca. Luiz Araújo cobrou escanteio na medida e Evertton Araaújo, de apenas 21 anos, subiu no terceiro andar e tirou de Léo Linck para deixar tudo igual e dar números finais ao marcador em Curitiba.

Ficha técnica
Athletico-PR 1 x 1 Flamengo
Local: Ligga Arena, em Curitiba (PR)
Data e hora: 16/6 (domingo), às 16h (de Brasília)
Arbitragem: Anderson Daronco
Assistentes: Tiago Augusto Kappes e Michael Stanislau
Gols: Fernandinho 46'/2ºT (CAP) e Evertton Araújo 53'/2ºT (FLA)
Cartões amarelos: Victor Hugo e Evertton Araújo (FLA)
ATHLETICO-PR: Léo Linck; Madson, Kaique Rocha, Thiago Heleno e Esquivel (Fernando); Fernandinho, Erick e Felipinho (Cuello); Christian (Zapelli), Nikão (Pablo) e Mastriani (Julimar). Técnico: Cuca.
FLAMENGO: Rossi; Wesley, Fabrício Bruno, David Luiz e Léo Pereira; Léo Ortiz (Evertton Araújo), Gerson e Lorran (Gabigol); Luiz Araújo, Bruno Henrique (Victor Hugo) e Pedro. Técnico: Tite.

Fonte: O Dia

Comunicar erro
Casa e Roupa

Comentários

Zion
Luxhoki