Camara pi 183

Escola de Artes de Macaé exibirá documentário "Tenho Fé"

Por RJNEWS em 14/06/2024 às 07:46:26
A Escola Municipal de Artes Maria José Guedes (Emart) está com inscrições abertas através deste link https://forms.gle/4a9z1V4v5nP6XBSn9 para a sessão gratuita do documentário "Tenho Fé", dirigido por Rian Córdova e selecionado para a 47ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo. A exibição seguida de roda de conversa ocorrerá no dia 21 (sexta-feira), às 19h, no 5º andar da escola, localizada no Centro Macaé de Cultura. As inscrições serão encerradas quando as 80 vagas disponíveis forem preenchidas. A proposta é levantar reflexões sobre a representatividade negra, a diversidade e a arte, a partir de análises de artistas, acadêmicos e religiosos.
Após a sessão, será formada mesa de debate composta pelo secretário municipal de Igualdade Racial, Dorniê Matias; pela atriz, coreógrafa, ativista cultural e diretora da Emart, Cláudia Bispo; pelo professor Mestre em Ciências Sociais do Colégio de Aplicação de Macaé (CAp), Paulo Henrique Dantas, e pela coordenadora geral de Ações Afirmativas da Secretaria Municipal de Igualdade Racial, Yaisa Santos.
"A exibição deste filme estreita ainda mais a relação da Emart com a população macaense. É um tema importante que precisa também ser discutido em ambientes de aprendizado, em especial onde artistas estão concentrados e poderão se fundir com outras vertentes de atuação", disse o secretário de Cultura de Macaé, Leandro Mussi.
"Essa é uma oportunidade extremamente valiosa para o ambiente escolar artístico da Emart, que tem apostado alto no enaltecimento da diversidade. A escola tem oferecido estudos sobre a transversalidade do cinema e do teatro, considerando as questões da narrativa, passando do estético ao político. Estamos trabalhando para uma escola que fala das questões étnico-culturais como formação do artista cidadão. Trazer a intolerância religiosa para os holofotes é interferir no racismo sistêmico e trabalhar para uma Macaé realmente antirracista", ressalta Cláudia Bispo.
Ela completa: "Esta é uma ação democrática para garantir a equidade de participação e acolhimento das ideias através de uma condução leve e precisa sobre a temática da intolerância religiosa. Uma experiência crítica capaz de mobilizar os espectadores através da apropriação de conteúdos, do exercício da empatia e da capacidade de reflexão. Além dos debatedores, os espectadores também terão espaço para a fala".
O evento é realizado por meio da parceria com o projeto Cinema em Movimento, do Circuito Universitário, considerado o maior projeto de difusão do cinema nacional no Brasil. As atividades são produzidas pelo Instituto Cultura em Movimento (Icem) e realizadas pelo Governo Federal, com recursos do Fundo Nacional da Cultura. Os agentes mobilizadores do Cinema em Movimento em Macaé são: Victória Marcela dos Anjos e sua equipe, composta por Bruno Carvalho, Rebeca Alberni, Maria Paula Layber e Iuri Piller.
"Tenho Fé"
O documentário, com duração de 80 minutos, apresenta a jornada de artistas que celebram os orixás e a ancestralidade em suas obras. As histórias se cruzam, permeadas por música, teatro, artes visuais, moda e dança.

Fonte: Secom Macaé

Comunicar erro
Casa e Roupa

Comentários

Zion
Luxhoki