CONTEC

Licenciamento anual - O que mudou?

Licenciamento anual, tire suas dúvidas aqui

Por Descomplicando em 06/09/2021 às 09:06:46

Vamos falar hoje de algo aparentemente simples, mas, que devido a má informação ou ainda devido as constantes alterações, tem gerado muitas dúvidas. Vamos falar do licenciamento anual do seu veículo.

O licenciamento, é o documento que os condutores de veículos têm que apresentar, circular com ele, para mostrar que o mesmo está em dia, e é ali que estão os dados do veículo, do proprietário etc.

Pare emitir, ter esse licenciamento é necessário pagar os débitos do ano corrente e débitos anteriores se tiver. Para quem não tem débitos anteriores, basta pagar o IPVA (caso o veículo não seja isento como no caso de veículos com mais de 15 anos) e a GRT (guia de recolhimento de taxas) que é a taxa de licenciamento. Em 2021 não está sendo cobrado o DPVAT (seguro do trânsito). Hoje no Rio, por enquanto, é possível emitir o licenciamento sem o pagamento do IPVA, mas, é algo que pode mudar a qualquer momento. Além disso, devido a uma mudança ocorrida em julho desse ano, algumas multas estão atrapalhando a licenciar e nesse caso aconselharia a entrar em contato com o Detran ou ainda algum despachante legalizado para ver quais multas estão atrapalhando. Além desses casos tem outros que atrapalham a licenciar tais como: se houver comunicação de venda, se houver inclusão de financiamento etc.

A primeira coisa que temos que entender quanto a licenciamento veicular é que é algo que tem que ser feito anualmente. Sim, parece óbvio, mas muitos tem essa dúvida. Por exemplo, uma das perguntas que mais me fazem é: "Já paguei o IPVA desde início do ano, preciso fazer mais alguma coisa?" E a resposta é sim, precisa. Antigamente, no Detran do Rio, precisaria agendar uma vistoria anual e levar o veículo ao Detran com esse fim, mas hoje, por enquanto, a vistoria para esse serviço foi abolida. Mesmo assim, não basta pagar o IPVA e as taxas do ano corrente. É necessário emitir o CRLV_E, o licenciamento, conhecido aqui no Rio como "verdinho" (que como veremos não é mais da forma que conhecíamos).

Bom, com as taxas e débitos em dia, hoje, o cidadão tem duas maneiras de emitir o licenciamento: ou ele se cadastra no site do DENATRAN ou ainda baixa o app CNH DIGITAL e, realizando esse cadastro, ele tem acesso ao documento que agora é digital. Sim, não existe mais o documento em papel moeda. Não tem mais o verdinho. Em posse desse arquivo, o cidadão pode imprimir e andar com ele impresso ou no celular (eu aconselho andar com as duas formas). Porém, muitos estão tendo problemas para realizar esse cadastro, muitas vezes dá erro que por vezes a pessoa não consegue resolver e além disso, só o proprietário consegue ter acesso a esse cadastro e consequentemente ao documento. Para aqueles que não querem ter esse trabalho ou não conseguem, a segunda opção para emitir esse licenciamento é por despachantes devidamente legalizados pois esses têm acesso ao sistema e conseguem emitir o seu CRLV-E.