CONTEC

Encerrada a primeira etapa da campanha de doação de livros

Campanha de doação de livros quer formar os Cantinhos de Leitura e contribuir com a formação do leitor

Por Lourdes Acosta em 15/07/2021 às 16:19:22

A coletânea passará por higienização

Visando submeter os exemplares recebidos até agora na campanha de doação de livros, a um processo de higienização, necessário à prevenção de doenças e à conservação do acervo e ao seu manuseio, a coordenadoria de Políticas Sociais e Igualdade da secretaria de Desenvolvimento Social Direitos Humanos e Acessibilidade (SDSDHA) encerra, nesta quinta-feira (15), a primeira etapa da campanha que objetiva formar "Cantinhos de Leitura", em setores de trânsito público.

- Precisamos considerar a necessidade preventiva de conservação do acervo que recebemos, eliminando os agentes agressores que podem causar doenças, além de primar pela permanência estética e estrutural dos livros. Nessa primeira etapa, além do processo de higienização que é feito em 15 dias, faremos a contabilização do número de exemplares recebidos e a catalogação para melhor identificar os gêneros. Em seguida, os Cantinhos de Leitura serão instalados –, ressaltou Conceição de Maria.

Os "Cantinhos de Leitura" que visam contribuir com a formação do leitor e o processo de leitura da população, também objetivam aproximar a comunidade dos locais onde serão instalados - Nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) do Botafogo e da Barra; Creas - Centro de Referência Especializado de Assistência Social; Centro Pop e na própria recepção da secretaria que trabalha com um público variado. "Nossa campanha atende ao plano anual que tem a proposta de incentivar a leitura, estimular o conhecimento e dar asas à imaginação. E após a primeira etapa continuaremos a receber nos locais onde serão instaladas a bibliotecas os mais variados títulos paradidáticos, nos gêneros literários – contos, crônicas, poesias e até ficção científica. Todas as categorias são aceitas e destinadas aos públicos infantil, infanto-juvenil e adulto", explicou.

O secretário de Desenvolvimento Social, Mauro Torres, que apoia a campanha falou que de fato precisamos reforçar o hábito da leitura entre mais variados grupos de pessoas. "O incentivo à leitura além de ser uma importante ação cultural, promove ainda, a inclusão social e o desenvolvimento de novas ideias. O ato da leitura é muito bom, pois expande os horizontes, aumenta o vocabulário e nos torna mais flexíveis para argumentar", assegurou Torres.

___________________________________

Comunicação SDSDHA - Macaé 15/07/2021.

Jornalista Lourdes Acosta – DRT/MTE 911 MA.

Zion
Casa e Roupa
Anuncie 3